Coluna Online : O Falatório
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007
Terapia Comportamental !
Terapia Comportamental !
 
“A palavra convence mas o exemplo arrasta !”
Esta semana no Parlamento do Pica Pau tivemos sessões de reflexão sobre as terapias, e modos de aprendizagem e utilização dos conceitos de educação e boas maneiras, que tanto se têm degradado no reino.
.
A onda do imediatismo que floresce, leva-nos a perder o contacto com a sensibilidade e o respeito pelo outro, e a velha máxima “a educação vem do berço” acabou por se perder com a globalização da família.
.
Uma investigação do nosso Agente 042, nos shoppings, festas de aniversário, e lugares públicos em geral, mostrou os comportamentos desajustados, e as faltas de civismo incutidas pelos ‘grupos de colegas’, em que acabam por enveredar nesses comportamentos de grupo, com o propósito de não serem ‘os bobos’.
.
O abrandar dos costumes da sociedade e do reino, e a pouca atenção dada pela família, dado o escasso tempo que a profissão disponibiliza para o acompanhamento dos filhos, vai acabar ditar o acelerar destes comportamentos desadequados. Outra característica importante tem sido a proliferação de jogos de computador bastante virados para a violência e onde predominam as atitudes de guerra, autoritárias e sem o mínimo de decência pelos valores entretanto incutidos pela família ou pela escola.
.
Todos ensinamos aos nosso filhos, os nossos conceitos de boa convivência, incutindo-lhes as «palavras mágicas»: por favor, com licença, obrigada, bom dia, boa tarde, o cumprimento às pessoas quando se entra em locais públicos ( independentemente de as conhecermos ou não), e também valores como a solidariedade, respeito, honestidade, sinceridade. Será que são estas práticas que vivenciamos nos locais públicos por onde passamos todos os dias?
Provavelmente não, mas também as nossas práticas não são as melhores. Os adultos não as praticam e as crianças vêm os nossos actos, e não se convencem das lindas palavras dos nosso ensinamentos.
 
Basta ver o nosso comportamento num automóvel, em filas de carros na cidade e as palavras que temos em frente deles. Temos o discurso do ‘olha para o que eu digo, e não ligues ao que eu faço’, e isso não convence ninguém.
.
Podemos incluir estes procedimentos ao nossos ilustres deputados, às suas intervenções no parlamento, ao cumprimento dos ilustres colegas deputados e deputadas, independentemente se serem do partido ou da oposição, e a cortesia que sempre fica bem, com as senhoras deputadas e empregadas do parlamento, mostrando a lizura de comportamento que nos incutiram na escola e na família.
.
Ser pai e educar, é saber também dizer sim ou não, em função do nossos conceitos do que é certo ou errado, e não agir em função do facilitismo e do ‘mimo’, não lhes facilitar as acções erradas com afectos na cabeça, e mostrar-lhes o lado bom e o mau, as vitórias e a aceitação das derrotas ( seja nos testes da escola ou nos jogos escolares).
Devemos incutir-lhes que a vida tem os dois lados, e a aceitação desses dois lados é o primeiro passo para a sua vivência em sociedade e para serem adultos.
.
Como decisão saída do grupo de reflexão, foi designado o Deputado Quatro Riscos para a escrita do livro de Simpatia e Boas Maneiras do Reino de Pica Pau. Todos os deputados que queiram enviar informação e opiniões que possam ser incluídas no livro devem enviar por email para o Escrivão Real.
.
A boa educação dos nossos filhos depende muito dos nossos ensinamentos como pais, mas também das nossas acções perante a sociedade, que são vivênciadas por eles, por isso lembrem-se: “A palavra convence mas o exemplo arrasta !”
 
Assinado e carimbado
 
O Escrivão Real
O Quadrado da Hipotnusa
18/8/2007


publicado por Quadrado da Hipotenusa às 22:46
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Maria Coelho a 21 de Agosto de 2007 às 12:47
Bom dia, parlamentares!!!

Hoje era dia de GI e acabei parando aqui! Essa chamada é muito importante, num reino que ficou tão globalizado, os habitantes acabaram perdendo a delicadeza nos gestos e nas palavras, e, ainda o pior, não só nos locais públicos, muitas vezes, dentro do próprio lar, com as pessoas amigas e com os familiares, por achar que é perda de tempo, por isso a Educação está a um nível tão negativo, nossas crianças estão perdendo o rumo do certo ou errado, por não ter um exemplo do que é certo ou errado, a permissividade virou regra geral, e os jovens desgovernados acabam atropelando tudo. Que bom que por aqui se discute sobre Educação, Família, Ética... e os bons valores.

É parece que estávamos pensando sobre o mesmo assunto, acho, que, muitos de nós, pensamos sobre essa maneira acelerada que a vida vem passando e que também acaba por deixar para trás alguns valores morais e religiosos.

Um abraço aos ilustres deputados!!!
Legal esse espaço !


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

O Dia do Pai

Os Mell de Oiro

A Táctica do Mister

O Ataque dos Piratas

Ser Amigo, Namorar, Ficar...

O Ponto Acomodador, Quand...

TOY ART – Os Blue Me Now

A Invasão dos Marcianos

Na Ponta da Chibata

Atrás do Tempo !

arquivos

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds